Pesquisar este blog

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Devolvam-me à mim


Joguei, um dia, uma moeda num lago qualquer, pensando ser o da sorte, fiz um pedido e me perdi, rezei, senti, chorei por nunca ter chorado antes com tanta emoção.
Peguei, um dia, uma gripe na alma, e sem entender tomei até analsésico e me resguardei, como dói. Estava logo ali, a cura, talvez, pros males que senti.
Tenho sentido ultimamente coisas tão estranhas, meio luz, meio sombra, cor, som, movimentos, arrepio! Não sei mais quem sou, às vezes penso não ser ninguém, talvez por ter me escondido por detrás de tantas coisas que me deram nome, não sou mais Glenda, sou hoje, Glenda de algum lugar ou de alguém, tenho nome, sobrenome e apelido. Acho que preciso de mim, mas coisas mau resolvidas me fazem retroceder, não sei explicar, tenho um desejo, mas ninguém consegue entender, me quero de volta, devolvam à mim eu mesma, me ame, deixe que eu seja tudo pra alguém, eu também amo, também choro, dou ridasa, rezo e desprezo a pena a dó.
Olhe pra mim Amor infiel, olhe como o amo e como o quero. Me queira amor infiel,me abrace, me sinta, te quero aqui, perto de mim. As vezes parece ácido, mas é doce, tanto quanto o mel das abelhas do Nepal, é sal, é fruto que se come vivo, tirado do pé nos pomares da minha infância, distância, calor, sabor.
NÃO se esconda de mim, por favor!

5 comentários:

  1. Sentimentos a flor da pele
    E a minha falta me fere

    Quem sou eu dentro de mim?
    Quem foi que decretou,
    que tenho que ser assim?

    Perguntas que suplicam respostas
    Em ondas de desejos sem voltas

    Mas não quero nem questionar
    Basta-me realmente me encontrar

    E descobrir o que me faz assim
    Começo, medo, alegria e fim....

    ResponderExcluir
  2. Este poema ai de cima é de minha altoria minha doce amiga...

    ResponderExcluir
  3. Ei minha flor, agora estou te (per)seguindo.
    Também quero um pouco mais de mim, um pouco meio dificil de encontrar. Mas a gente acaba achando, muita fé. Beijo e PAZ...

    ResponderExcluir
  4. Seu texto é realmente gostoso de ler, o titulo já diz tudo... temos que nos redescobrir constantemente, ta de parabéns pelo post!
    Passa lá no meu também: http://fubacomsagu.baltom.com.br/
    Ótima semana.
    Bjk

    ResponderExcluir
  5. Todos estão perdidos, flutuando no cosmos.
    Me identifiquei com o texto, pois também busco o que um dia foi.

    ResponderExcluir