Pesquisar este blog

sábado, 22 de agosto de 2009

Fim


A cara de Minas pronta
A menina sempre apronta
Tiradentes pendurado
Seu passado apagado

O sol nasce no leste
É verão em Budapeste
O oeste o faz morrer
E de novo ele vai nascer

Na subida da montanha
Tem frio que vai e vem
As caras de gozo e alegria
Do samba, do jazz, da bateria

É Carnaval no Brasil
E ano novo no Japão
O mundo é uma confusão
Só resolve no fuzil

Rouba o ouro
O ouro de Tiradentes
Deixa ele viver
Vamos ver o que vai ser

Nenhum comentário:

Postar um comentário